HABEMUS PAPAM (TEMOS PAPA)

images

Por: Pr Armando Taranto Neto

O Papa Francisco, cujo verdadeiro nome é Jorge Mário Bergoglio, nasceu na Argentina. Seu pai era um imigrante italiano nascido na região de Portacomaro (Piemonte) e sua mãe uma dona de casa nascida em Buenos Aires e filha de pais Genoveses.
O Sr Bergoglio foi graduado e Mestre em Química; graduado e Doutor em Filosofia e Teologia.
Fazia parte da “Companhia de Jesus” (Jesuítas), uma ordem formada pelo espanhol santo Ignácio de Loyola em 1534. Adotavam um rigor quase militar bem como uma resposta violenta à Reforma Protestante.
Os mais notáveis jesuítas que atuaram no Brasil colônia foram José de Anchieta e Manoel da Nóbrega. Darcy Ribeiro em seu livro: “O Povo Brasileiro”, conta que os Jesuítas sempre atuaram de modo truculento e independente, não dando satisfação à coroa e nem à Igreja. Por sua rebeldia foram expulsos do Brasil em 1759 pelo Marquês de Pombal, então ministro de José I.
O que quero ressaltar é que o Sr. Bergoglio, estampado na capa da revista VEJA desta semana como : “O PAPA DOS POBRES”, tem feito algumas declarações que seriam muito bem aplicáveis para o nosso adoecido “Evangelicalismo”.
Tais como:
“- São Pedro não tinha nenhum Banco, porque a Igreja tem que ter?”
Ora, uma declaração impensável até então, tendo-se em vista que a Instituição Católica está envolvida em várias atividades como: Bancos e especulação imobiliárias, empreendimentos estes completamente desconectados com as determinações Bíblicas.
O Papa Francisco sinaliza querer um retorno às verdadeiras atividades afins da Igreja, o Evangelismo.
Seria muito bom se nossos líderes Evangélicos dessem ouvidos a este conselho Papal e deixassem de ajuntar tesouros, Resorts, mansões e carrões aqui na terra, construindo verdadeiros impérios, principalmente para si próprios, em nome de um Evangelho deturpado que nunca foi ensinado por Cristo, o Evangelho da “Acumulação de Bens”, onde só pode ser considerado abençoado aquele que tem. Pobres miseráveis, se esquecem que a verdadeira felicidade está no compartilhamento e despossessão dos bens terreais para que possamos alcançar as riquezas celestiais.
Uma vez mais o Sr Bergoglio dá exemplo para todos nós, quando dispensa hotéis 5 estrelas, carrões de luxo ou mesmo carregadores (bajuladores) para sua pasta pessoal. Preferindo se hospedar em local simples e ser locomovido em carro popular.
Aprendam, líderes Evangélicos, Cantores e Estrelas cadentes do “Mundo Gospel”. Com toda a certeza vocês não atenderiam a um convite se não fossem satisfeitas todas vossas exigências lascivas e pernósticas. Os exemplos vem exatamente de fontes inesperadas.
Enquanto isso, aqui no Rio de Janeiro, pelo menos por uma semana a quase morta e falida instituição Romana terá um quadro de melhora em sua UTI existencial.
Cabe a nós, entretanto levarmos a cabo com responsabilidade o Evangelho que pode trazer vida àqueles que estão à morte.
Que o Senhor nos ajude.

Comente!

2 Comentários

  1. celinho

     /  23 de julho de 2013

    afinal de contas o anti cristo é que vai administrar o que adquirimos de bens aqui nesta terra……nada levaremos para o céu senão nossas almas pela bondade do pai celestial…..abração varão…

  2. Marcelo paulo

     /  23 de julho de 2013

    Graça e Paz Reverendo, falou tudo e mais um pouco!!!!

Comente!