“KEN” TEM OUVIDOS PARA OUVIR OUÇA

Ken_Toy_Story_3

“INSIGHT” – Ontem foi um dia muito triste para algumas famílias, o “KEN” Humano faleceu, resultado de complicações de uma leucemia e pneumonia bacteriana, provavelmente oriundas de uma jornada de 50 cirurgias plásticas. “Ken” é a versão masculina da Barbie, a boneca mais vendida do mundo. ken veio para servir de companhia e complementar o sonho das crianças no mundo do faz de conta. O que nos deixa perplexos é saber que um jovem, o “Ken Humano”, se deixa dominar a tal ponto pela fixação da ilusão do corpo perfeito que resolve se transformar no boneco. Este é o reflexo de muitos jovens e adolescentes desta geração. A vacuidade (o vazio). É até de se admirar quando alguém procura seguir os passos de outrém que tenha deixado um bom exemplo, um legado, etc. Mas querer se parecer com um pedaço de plástico em forma humana…. É o fim. A Bíblia nos ensina que em Antioquia os seguidores de Jesus foram pela primeira vez chamados de Cristãos. isto porque absorveram de tal maneira os ensinamentos do Filho de Deus que, quando os viam, era como se vissem o Cristo. Pedro, o apóstolo impulsivo, foi reconhecido como um seguidor de Jesus simplesmente pela forma de falar, seu sotaque. Veja como podemos nos transformar e sermos parecidos com o Filho Eterno sem cirurgias, sem plástica e sem correr o risco de morrer em uma mesa de operação. O Evangelho não se preocupa em nos transformar por fora, pois o resultado da mudança exterior vem pela revolução da lavagem interior. O verdadeiro Cristão não se enquadra na beleza segundo os conceitos e tendências do mundo. Chamamos atenção pelo testemunho, capacidade de perdoar, o pagamento do mal com o bem e o amor incondicional. A grande diferença daqueles que querem seguir o padrão de beleza deste mundo, os “Fashions”, é que, apesar de todos seus esforços em agradarem uns aos outros, no final, se encontrarão com a morte, por sua vez, os feiosos, discriminados e quadrados resplandecerão eternamente como justos no Senhor; “Ken tem ouvidos ouça”.

Comente!