“NADA ESTÁ TÃO RUIM QUE NÃO POSSA PIORAR UM POUCO!”

Por: Pr Armando Taranto Neto

Este era um ditado que sempre eu ouvia na gloriosa Marinha quando, na ocorrência de algum fato ruim, havia a certa expectativa do acontecimento de algo pior como consequência.
Fazendo um paralelo com a Igreja emergente, este ditado traduz a pura verdade.
Recentemente foi veiculado que um notório pastor norte americano, Brian McLaren, conhecido por sua teologia liberal e nociva, casou seu próprio filho com outro homem, afirmando que, com o passar do tempo, ele foi compreendendo que o homossexualismo não era pecado, diz ele:
“McLaren afirmou que sua reação de rejeição ao fato de seu filho ser homossexual foi desaparecendo com o passar do tempo, e que isso o fez mudar de ideia a respeito do homossexualismo ser pecado: “Jamais havia imaginado que um dos meus filhos pudesse ser gay”, declarou o pastor, que agora faz parte de um movimento nos Estados Unidos que prega que o cristianismo abandone o que classifica como “heterossexissmo” e busque uma reconciliação com os homossexuais, convivendo com suas práticas .“
Interessante como o pecado pode deixar de sê-lo pelo simples fato de alguém “entender” que não é mais!
O que o homem pensa, interpreta, adultera ou distorce das Santas Escrituras não pode alterá-la jamais, como registrado na epístola aos Rm 3.4b
“(…) De maneira nenhuma; sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas justificado em tuas palavras, E venças quando fores julgado.(…) ”
Em outro lugar, dois tatuadores Ryan Brown e Drew Blaisdell que perderam sua freguesia e, segundo o próprio Brown, o “propósito”, resolveram fechar seu estúdio e por “direção de Deus” abriram outro dentro de sua própria igreja, onde podem tatuar os fiéis com a anuência do pastor; diz ainda:
“Eu estava lutando para manter meu estúdio e ficar sóbrio”, explica. ”Eu orei muito e decidi que o melhor era fechar no endereço antigo e vir para a igreja. Achei que poderia causar um impacto mais positivo aqui”. (Grifo meu)
O pastor da igreja “tatuadora”, Bentley, disse que está fazendo tudo que pode, para construir “pontes” com as pessoas que nunca entrariam em uma igreja tradicional.
Será que o pastor tentou pregar o Evangelho da Bíblia?
O que leva o pecador à Igreja é a Verdade confrontadora do Evangelho de Cristo Jesus. Quem é de Deus ouve a Sua Santa Palavra, por outro lado, quem não é, a Verdade das Escrituras lhe faz mal.
Bem, seguindo esta ideia do Sr Bentley: criando “pontes”, facilidades, entretenimentos para alcançar pessoas que de outra maneira jamais entrariam em um templo, estejamos preparados para algo pior:
Assim como existem os pseudos evangélicos, não convertidos, amantes das tatuagens, baladas, bailes funks, birita light, e outras barbaridades, daqui a pouco vão criar um “Bordel gospel” com “Prostitutas Gospel”; é só o que está faltando, isso é, se já não existir; criando assim uma atrativa e chamativa “ponte”, para os pecadores que com toda a certeza não os conduzirá a Deus.
Esta tragédia já estava anunciada há quase 2.000 anos atrás:
O Espírito diz expressamente que, nos tempos vindouros, alguns hão de apostatar da fé, dando ouvidos a espíritos embusteiros e a doutrinas diabólicas, de hipócritas e impostores que, marcados na própria consciência com o ferrete da infâmia, Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. 1 Tm 4:1,15-16
A vontade do inimigo de nossas almas é exatamente tornar aquilo que está ruim cada vez pior, entretanto, o Evangelho de Jesus nos conforta dizendo em João 16:33:
Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.
E, ainda que o mal se multiplique a Bíblia nos afirma Rm 5.20b
“ (…) Onde o pecado abundou, superabundou a Graça (…)”

Deus nos guarde.

Comente!