PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER !!!!

Por: Pr Armando Taranto Neto

Sou da década de 60, para ser mais exato 1963.
Sempre via em meus avós ou aqueles tios mais idosos uma referência para poder nortear todos os meus relacionamentos de adolescente. Claro, você vai dizer:
“ – Os tempos mudaram!”
Concordo, os tempos mudaram, mas a moral, os bons costumes, o senso de ridículo e o respeito são princípios imutáveis, pelo menos na vida cristã, é o que se espera.
Esta semana assisti a uma reportagem onde senhoras com seus 70, 75 e até 80 anos participavam de um “Ensaio Erótico Sensual” (sic). Uma delas, inclusive, sendo orientada pelo próprio marido para (segundo o próprio) conter a “ousadia” do fotógrafo. Em seguida alguns profissionais da moda e psicólogos comentaram a atitude das idosas senhoras enaltecendo-as, justificando-as inclusive dizendo: “ – Na melhor idade também há sensualidade e erotismo”.
Uma vez mais me lembrei de minha querida avó, onde em situações como essas diria:
“- Meu netinho, “Enquanto houver burro, São Jorge não anda a pé!” ” , em outras palavras: “Os porcos estão onde há fartura de lavagem”.
Jesus seria mais direto e mais contextualizado com vovó:
“(…) Perguntaram-lhe: Onde, Senhor? E respondeu-lhes: Onde estiver o corpo, aí se ajuntarão também os abutres (…)” Lucas 17.37
Imediatamente me remeti aos idos 1975 quando nos momentos de crise existencial procurava conselhos com a vovó, que sempre tinha uma palavra sábia nos direcionando para a via da ética, bons costumes e respeito. Fiquei imaginando vovó assistindo a mesma reportagem ao meu lado e tecendo seus sábios comentários….
Nunca saberei o que ela diria, mas pelo andar das coisas tenho certeza de que “É O FIM”.
Não adianta se indignar pela pobre adolescente estuprada à luz do dia dentro de um ônibus, em pleno Leblon (RJ) por um maníaco perverso, quando a poucos metros dali algumas vovós, no mesmo “espírito de erotismo e sensualidade”, estavam emprestando seus enrugados corpos para um “Ensaio”.
Não sei se Jeremias presenciou alguma abominação parecida em sua época, mas quero emprestar desse sofrido profeta a mesma indignação pelos seus contemporâneos quando diz:
“(…) Porventura se envergonham de terem cometido abominação? Não; de maneira alguma se envergonham, nem sabem que coisa é envergonhar-se. Portanto cairão entre os que caem; e no tempo em que eu os visitar, serão derribados, diz o Senhor.(…)” Jeremias 8.12

Sendo assim, só me resta puxar a cordinha e pedir ao motorista:

PARE O MUNDO QUE EU QUERO DESCER!!!!!!!!!!!
OU MELHOR: “ – MARANATA, ORA VEM SENHOR JESUS!!!

Comente!

1 Comentário

  1. Marcos Goncalves

     /  13 de março de 2012

    Sinto-me feliz em saber que existem homens de Deus que ainda prezam por bons costumes e que não tem medo de falar o que sentem e o que vivem, o deus deste século está cada vez mais sagaz neste últimos tempos, mas graças a Deus que ainda restam muitos que não se dobram a baal.

Comente!