PRECISA-SE DE UM JUMENTINHO

jumento1

“INSIGHT” – Em Marcos cap 11 versos 2 e 3 está escrito: “E disse-lhes : ide à aldeia que está defronte de vós, e, logo que ali entrardes, encontrareis preso um jumentinho, sobre o qual ainda não montou homem algum, soltai-o e trazei-mo, e se alguém perguntar: “- Por que fazeis isso? Dizei-lhe : ” – O Senhor precisa dele”, e logo o deixará trazer para aqui.” Não encontramos em lugar algum das Santas Escrituras uma manifestação de que o Senhor “precisasse” de alguém ou alguma coisa. Tudo lhe está sujeito, Ele é o Criador supremo e, contra todas as leis da física “do nada” Ele cria os sistemas mais complexos. Entretanto observamos no texto acima Jesus “precisando” de algo inusitado, um “Jumentinho”. O Cristo deveria cumprir a profecia de que o Messias entraria em Jerusalém sobre um jumentinho. Diferente do que muita gente pensa o ser humano, na Bíblia, é comparado muito mais vezes ao jumento do que a ovelha, incrível. Talvez por sua natureza arredia, teimosa e singular. Um jumento não é tão domável quanto um cavalo e quando resolve empacar e não ir mais adiante é isso o que ele faz. Mas foi sobre este ser de natureza contumaz que Jesus dominou e entrou na cidade Santa, cumprindo os oráculos proféticos. Talvez, por si só, o jumentinho não entrasse em Jerusalém, mas dominado pela Glória do Filho de Deus que estava sobre si ele cumpriu sua missão desimpedido e sem se embaraçar com os obstáculos do caminho. Eu me vejo neste jumentinho. Quantas vezes vivi arredio, preso, teimoso, truculento, desconfiado, mas após a presença da Glória do Senhor sobre mim nada mais era importante do que ir a passos largos em direção à Nova Jerusalém. Jamais nos esqueçamos que as “Hosanas” e “Aleluias” não foram dirigidas ao jumentinho, mas para Aquele que estava montado sobre ele, Jesus. O Cristo não “precisa” de nós, todavia Ele “conta” conosco, a fim de que saiamos pelas aldeias e libertemos aqueles que estão errantes entre dois caminhos. Libertai-os, ide, pois o Senhor precisa deles.

Comente!