PROCURA-SE “PERSONAL PROPHETS”

profet

Por: Pr Armando Taranto Neto

Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino, Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério. (2 Timóteo 4:1-5)

A moda do momento é ser ou ter um assistente para as várias atividades de nosso dia a dia.

Se você está procurando um corpo mais definido, “sarado”, e quer melhorar sua “performance” (condição física) é só procurar um “Personal Trainer” que é alguém capacitado e preparado para lhe orientar no melhor caminho para alcançar seus objetivos numa academia.

Entretanto se o seu problema é não errar no momento de se vestir, saber quais as combinações perfeitas, as cores mais aplicadas a cada ocasião segundo os ditames da moda, ninguém melhor do que um “Personal Stylist”, que é um profissional formado na área que saberá, segundo os conceitos e tendências do momento, deixá-lo bem arrumado.

Por outro lado, existe uma outra atividade que acompanha o homem desde que este perdeu sua comunhão com o Senhor.

Quando alguém precisa ter um contato com o transcendente (não me atrevo a dizer Deus) e não tem uma vida espiritual muito afinada pode recorrer a um profissional do ramo (?) denominado “Personal Prophet”. Este “profissional” também tem uma formação, no nosso caso, é um pastor renomado, um “doutor em Deus” (?), geralmente de outro país, para dar mais credibilidade em suas “revelações”.

A bíblia nos fala de vários momentos em que foram solicitados serviços destes “profissionais”; você se lembra de Balaque, rei dos Moabitas, contratou um bruxo (Personal Prophet) chamado Balaão para amaldiçoar Israel, livro de Numeros. Por três vezes tentou mas não conseguiu.

Claro! Não poderia amaldiçoar o que Deus havia abençoado.

Acabe, juntamente com sua esposa Jezabel tinham, no mínimo, 850 “Personal Prophets” à sua disposição e que proferiam oráculos que agradavam e justificavam as aberrações de seus patrões. Este é o mal do “Personal Prophet” ele só profetiza por dinheiro:

Vem, pois, agora, rogo-te, amaldiçoa-me este povo, pois mais poderoso é do que eu; talvez o poderei ferir e lançar fora da terra; porque eu sei que, a quem tu abençoares será abençoado, e a quem tu amaldiçoares será amaldiçoado.
Então foram-se os anciãos dos moabitas e os anciãos dos midianitas com o preço dos encantamentos nas suas mãos; e chegaram a Balaão, e disseram-lhe as palavras de Balaque. (Nm 22. 6-7) (grifo meu)

Foi assim com Balaão, quando convidado por Balaque para amaldiçoar Israel no primeiro convite disse que o “Senhor” (?) não lhe havia permitido:

Então Balaão levantou-se pela manhã, e disse aos príncipes de Balaque: Ide à vossa terra, porque o Senhor recusa deixar-me ir convosco. (Nm 22.13)
No segundo convite, entretanto, a história foi outra:

Porém Balaque tornou a enviar mais príncipes, mais honrados do que aqueles.
(Nm 22:15)(grifo meu)

Entenda-se “mais honrados” como uma oferta maior por pessoas de mais influência.

Balaão então foi.

A história se repete nos nossos dias quando testemunhamos os Balaaões jogando suas mandingas e unções “Corulianas e Mandrakianas” ao vivo e a cores, tal qual no Antigo Testamento. É só balançar o saquitel de moedas que eles aparecem, não se importando de deixar suas babilônias e de cruzar os sete mares, desde que possam mordiscar alguns dólares de qualquer tele evangelista aprendiz de bruxaria que se preste a ser bonequinho de ventríloquo.

O tempo do texto supra citado chegou. Uma boa parte da igreja não suporta mais a sã doutrina. Nos cabe o cumprimento do versículo 5:

Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.

Ps: Perdoe-me, eu ia me esquecendo; quanto ás maldições que estes “Personal Prophets” têm lançado contra aqueles que não se alinham às sua bruxarias, não se preocupem. Eles não podem amaldiçoar o que o Senhor já abençoou.

Leia a Bíblia, ore ao Pai e seja muito feliz.

A paz.

Comente!