TROCANDO OS LENÇÓIS POR VESTES DE GLÓRIA

Pavel Popov – Judas Betrays Christ With a Kiss

“INSIGHT” – Em Marcos cap 14 .51-52 está escrito: “E um certo jovem o seguia, envolto em um lençol sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão. Mas ele, largando o lençol, fugiu nu.” Cumprindo-se as profecias Jesus foi preso pelos representantes da religião às portas do Jardim do Getsêmani. Todos os discípulos, aqueles que por três anos acompanharam e aprenderam no ministério do Cristo, fugiram covardemente. Porém, o evangelista Marcos é o único que deixa registrado o episódio desse seguidor excêntrico e oculto do Mestre. Um jovem que, de longe, sumariamente vestido com um simples lençol, assistia a tudo. Quando os algozes o viram tentaram prendê-lo também, pois achavam se tratar de um discípulo. Mas o jovem habilmente conseguiu escapar, deixando para traz a única coisa que o revestia, um lençol, e desesperadamente fugiu nu. Eu fico pensando sobre nossa vida cristã. Como seria bom se, quando viessem a nós para verificar o nosso tipo de revestimento espiritual, pudessem encontrar algo “alçável”, algo que pudesse refletir substancialmente o que professamos. Infelizmente estamos vivendo dias de seguidores “Vestidos de Lençol”. Ao surgir o primeiro sinal de luta, perseguição, crítica e tribulação eles sucumbem, pois a única coisa que os “Reveste” é um mísero “Lençol” que não é capaz de alcançar as regiões da alma e espírito, só faz cobrir seus corpos nus. São seguidores da periferia, nunca ousam vir para o centro da vontade de Deus. Não vem porque sabem que lhes será cobrado o preço da renúncia. Seguir a Jesus de longe os permite viver uma vida de conveniência pecaminosa. Felizes são os discípulos que escolheram se livrar do desonroso “Lençol” e agora radiantes e esperançosos se orgulham de ostentar as vestiduras da salvação e Vida. Lugar de lençol não é sobre o corpo, mas sobre a cama daqueles que jazem no leito da indolência. Hoje é o dia de trocarmos nossos lençóis por vestes de glória. Bem aventurados aqueles que lavaram as suas “Vestes” no sangue do Cordeiro; já o “Lençol” …..

Comente!