Uma Boa Capa Babilônica

capa

Por: Pr Armando Taranto Neto

Então disse Josué a Acã: Filho meu, dá, peço-te, glória ao Senhor Deus de Israel, e faze confissão perante ele; e declara-me agora o que fizeste, não mo ocultes.
E respondeu Acã a Josué, e disse: Verdadeiramente pequei contra o Senhor Deus de Israel, e fiz assim e assim.
Quando vi entre os despojos uma boa capa babilônica, e duzentos siclos de prata, e uma cunha de ouro, do peso de cinquenta siclos, cobicei-os e tomei-os; e eis que estão escondidos na terra, no meio da minha tenda, e a prata por baixo dela.
Então Josué, e todo o Israel com ele, tomaram a Acã filho de Zerá, e a prata, e a capa, e a cunha de ouro, e seus filhos, e suas filhas, e seus bois, e seus jumentos, e suas ovelhas, e sua tenda, e tudo quanto ele tinha; e levaram-nos ao vale de Acor.
E disse Josué: Por que nos perturbaste? O Senhor te perturbará neste dia. E todo o Israel o apedrejou; e os queimaram a fogo depois de apedrejá-lo
Josué 7. 19-21, 24, 25
Israel estava vindo de uma grande e espetacular vitória, quando o Senhor fez ruir miraculosamente as muralhas de Jericó.
Porém havia uma ordem dada diretamente de Deus: “Tão-somente guardai-vos do anátema, para que não toqueis nem tomeis alguma coisa dele, e assim façais maldito o arraial de Israel, e o perturbeis. Porém toda a prata, e o ouro, e os vasos de metal, e de ferro são consagrados ao Senhor; irão ao tesouro do Senhor.”
Josué 6.18,19
Ora, anátema significa: uma reprovação veemente, enérgica, condenação, repreensão, maldição, execração, etc. Ou seja, o Senhor tinha seus motivos particulares para que, após a derrubada dos muros da cidade, permitisse que somente se apoderassem da prata, ouro, metais e ferro para irem ao Seu tesouro. Ninguém poderia se apossar nem se quer de uma “agulha” para si, tudo deveria ser destruído.
Entretanto, surge mais uma nova guerra, desta vez contra a inexpressiva Ai e Israel é vergonhosamente vencido. Ao questionar os motivos da trágica derrota Josué ouve dos lábios de Jeová que a causa de terem perdido a luta foi o “anátema” escondido no meio do arraial. Ao se fazerem as buscas chega-se à família de Acã, cujo significado é : “Causador de banimento, confusão”. Ele, então, confessa que não resistiu à tentação e desviou para si uma “Boa” Capa Babilônica, um lingote de ouro de 50 ciclos, valendo hoje aproximadamente R$ 20.000,00 e 200 ciclos de prata a preço de uns R$ 1.900,00. Um erro que lhe custou a vida, bem como de toda a sua família. Veja como o pecado oculto de uma simples pessoa pode levar toda uma comunidade à ruína.
Este texto causa enjôo para a liderança de algumas igrejas “politicamente corretas” demais. Com certeza nem deve ser conhecido por muitas delas, principalmente entre aqueles que fazem da Igreja sua fonte de expólio. Aproveitando-se que vivemos na dispensação da Graça, os “Acãs” incontidos continuam a saquear o rebanho, não se saciando somente da lã e da gordura das pobres e incautas ovelhas, mas cobiçando cada vez mais seus bens, seus “lingotes de prata” e “vasos de metais”.
Hoje não precisam mais se expor e esconder seus “Anátemas” debaixo do carpete de suas tendas; não, senhores, estes ratos especialistas aprenderam um novo caminho para seus “descaminhos”, a lavagem da dinheirama desviada nos paraísos fiscais, fazendas, gado nelore, aviões, iates e investimento imobiliário em “Miami”, mais especificamente Boca “Raton”; nome bem apropriado.
Mal sabem estes filhos de Carmi (pai de Acã) que suas condenações vem à cavalo, tão certa como a volta do Cristo Eterno. Pior, criaram uma idéia de que só é abençoado aquele que pode envergar nos púlpitos bons ternos, as “Boas Capas Babilônicas”.
A desgraça se potencializa quando uma horda de “Conferencistas” adoecidos fazem desta loucura a chamada “Griffe de púlpito, onde a ênfase não é a Palavra de Deus, mas eles próprios, suas jóias, grande relógios “Invicta” dourados, sapatos envernizados de cinco cores e gravatas de neon (arff..)
Agora compreendo muito bem porque o Senhor mandou destruir tudo em Jericó, e no final Josué amaldiçoou-a. Entendo melhor ainda o por quê de Sua ordem de salvar a única pessoa de valor na cidade, uma “Prostituta” com sua família. Obediência é a palavra. Raabe obedeceu, “escondeu” os espias e salvou a si e à sua família, Acã desobedeceu e “escondeu” o que pertencia ao Senhor, morreu e levou junto os seus.
Raabe não conhecia o Senhor, apenas ouvira falar e foi fiel em tudo, Acã era membro da tribo de Judá, havia presenciado os milagres do Senhor, entretanto deixou-se dominar pelo maldito, pelo execrável. Raabe, a prostituta, vivia à margem da sociedade e das promessas de Jeová, contudo cria que o Deus dos hebreus poderia mudar a sua sorte. Acã era homem de família renomada, tinha tudo para ser feliz, porém rendeu sua alma ao vil metal e um pedaço de tecido maldito.
A lição que podemos tomar para nossas vidas é que, muitas vezes não precisamos cometer pecados capitais para despencarmos da Graça e cairmos de cabeça na espada do juízo do Senhor e perdermos as promessas, basta uma mísera “Boa Capa Babilônica”. Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça.

Comente!

1 Comentário

  1. Antonio

     /  23 de novembro de 2015

    Que o Senhor continue te abençoando para que seja sempre benção pra nós. Um abraço!

Comente!