PARA DEUS, QUANTO PIOR MELHOR!

Por: Pr Armando Taranto Neto

“ Mandaram, pois, as irmãs dizer a Jesus: Senhor, eis que está enfermo aquele que tu amas. Jesus, porém, ao ouvir isto, disse: Esta enfermidade não é para a morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela. Ora, Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro. Quando, pois, ouviu que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde se achava.” (João 11.3-6)
Uma vez mais Jesus mostra que a perspectiva divina não tem ressonância com a visão humana.
Lázaro, o provável arrimo de uma família que Jesus muito amava, como o próprio texto deixa bem claro, estava com uma enfermidade muito grave, motivo que levou suas irmãs enviarem-lhe um mensageiro solicitando sua presença urgente. Jesus recebe a noticia e resolve ir após dois dias. Em outras palavras, entendemos no texto que Jesus esperou piorar para poder agir.
Por vezes enfrentamos uma grande adversidade e achamos que estamos no extremo daquilo que poderíamos suportar. Choramos, rogamos, gememos e a resposta não vem, ao contrário, nos vemos em direção a um túnel cada vez mais sombrio e sem saída.
Quando lemos em Marcos 5, Jairo, o príncipe da sinagoga abrindo mão de sua reputação, seus preconceitos e de joelhos rogando que Jesus vá à sua casa e imponha suas mãos sobre sua filhinha, pois estava nas últimas. Jairo entendia como funcionava o Profetismo de Israel, sabia como Elias, Eliseu, Isaias, Ezequiel, etc, agiam; conhecia os protocolos que regiam as ações destes homens de Deus. Então orienta Jesus “como” fazer: “Vá lá em casa, imponha as mãos sobre minha filhinha e como o senhor é mais um profeta de Deus o que acontecia com os arautos do Antigo Testamento assim também ocorrerá contigo, esta é a ordem natural do mundo espiritual”. Este é o nosso erro, pensamos que o Senhor sempre agirá de acordo com uma receita de bolo. Ele é Deus e fará conforme o Seu Santo querer, agindo Ele ninguém O impedirá.
Jairo só não sabia que Jesus não era mais um profeta de Deus, mas sim o “Profeta e Filho de Deus”.
No caminho da casa de Jairo Jesus é tocado por uma mulher com fluxo de sangue e então se detém. Jairo fica desesperado, mas tem a oportunidade de reforçar sua fé vendo a mulher ser liberta de seu mal; sua fé é acrescentada. Mas, em seguida, uma triste notícia azeda sua vida e esperança, ”(…) -Porque incomodas ainda o mestre, a tua filha está morta (…)” a “demora” de Jesus ocasionou a morte da filhinha do príncipe da sinagoga. O que estava ruim piorou, o que era sombra na vida do pai se transforma em treva existencial.
Jesus poderia demorar-se menos, poderia responder-nos mais rapidamente, poderia transformar em um piscar de olhos a minha triste situação, será que Ele não está vendo o quanto estou sofrendo? Será que vale a pena minha fidelidade? Está tendo algum resultado minha renúncia a todos os pratos de lentilhas do mundo para ter que digerir diariamente este cálice de fel de minha entrega ao Evangelho?
A resposta de Cristo Jesus a Jairo, ao ver seu semblante caído é: “Não temas Jairo, Crê somente”, esta é a chave da ressurreição dos mortos, é a palavra revigorante daqueles que estão perdendo suas forças e, como a mulher de Ló, desistindo do caminho da Vida e voltando-se para a estrada de Sodoma.
A mesma resposta foi dada às irmãs de Lázaro, “Eu Sou a ressurreição e a Vida”. Jesus é a resposta quando não existe mais resposta, é Ele quem tem o poder de tirar Vida de um sepulcro lacrado e mal cheiroso, mudando todo o contexto e trazendo esperança de libertação e propósito do ser. Jesus dá a ordem: “Desligai-o e deixai-o ir”. Aquele que, mesmo achando-se esquecido, tem um encontro com o Senhor é liberto e livre para ir , não para onde quer, mas ao encontro de Sua Santa vontade.
Se tudo está atrasado em tua vida, já cheira mal, está desenganado por tudo e por todos ou já está quase à morte, não temas, Crê somente!
Se hoje creres verás a Glória de Deus, ainda que aquilo que esteja ruim venha a piorar.
Jesus sempre chega na hora certa.
Pense nisto.

Comente!